Ministério Público Federal denuncia Eduardo Costa por estelionato

Aranãs FM

O cantor sertanejo Eduardo Costa e seu cunhado, Gustavo Caetano Silva, foram denunciados pelo Ministério Público de Minas Gerias por estelionato. O documento da denúncia foi distribuído na segunda-feira, 29, á 11ª Vara Criminal da Comarca de Belo Horizonte e ainda será analisado pela Justiça.

O motivo da denúncia foi que o sertanejo teria firmado um contrato de compra e venda de um imóvel em 2015, pelo valor de 9 milhões de reais, em Belo Horizonte. Como parte do pagamento, Eduardo e Gustavo teriam oferecido um outro imóvel, no valor de 5,6 milhões de reais, também no estado de Minas Gerais.

Nesse negócio, os dois teriam omitido ás vítimas que o imóvel era objeto de uma ação de reintegração de posse desde o ano de 2012, e, que também, tem uma ação pública desde o ano seguinte. Segundo a promotoria, eles omitiram, de forma dolosa (quando há intenção na ação), para obterem uma “vantagem ilícita”.

Em 2018, ao prestar depoimento no Departamento Estadual de Investigação de Fraudes, o cantor disse não ter agido com má-fé e que o casal comprador sabia das condições do terreno. O advogado do casal negou que os clientes sabiam das ações judiciais que o imóvel era alvo.

O MP-MG pediu a condenação do cantor e de seu cunhado e, também, que eles sejam citados para acompanhar o devido processo legal.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Por: Luiz Fernando / Imagens: Reprodução Internet.

Deixe seu comentário:

Next Post

Auxílio Brasil: Caixa publica calendário de pagamentos para o mês de dezembro

A Caixa Econômica Federal publicou o calendário de pagamentos do Auxilio Brasil para o mês de dezembro deste ano. Seguindo a mesma forma de pagamento do Bolsa Família, o benefício usa o último dígito do NIS para definir a data em que o dinheiro será depositado. Excepcionalmente neste mês, o […]