TSE e WhatsApp terão ferramenta para denunciar disparos em massa nas eleições

Aranãs FM

 

Após o WhatsApp ter sido usado para distribuição em massa de fake news, na disputa de 2018, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pretende aprimorar uma ferramenta criada em parceria com o aplicativo para denunciar esse tipo de prática nas eleições presidenciais de 2022.

A ferramenta será uma versão melhorada de um serviço que funcionou nas eleições municipais de 2020 e será lançada no momento em que a Justiça Eleitoral avalia suspender o funcionamento de outro aplicativo de mensagens, o Telegram, por causa da falta de colaboração no combate às informações falsas. O Telegram não tem representação no Brasil.

Agora, quem receber mensagens consideradas suspeitas poderá preencher um formulário hospedado no site da Justiça Eleitoral. Caso a mensagem seja considerada como disparo ilegal de campanha, o tribunal vai requisitar ao WhatsApp que exclua a conta.

Nesse caso, os responsáveis podem ter a conta banida do aplicativo e, caso o TSE conclua que há relação direta com alguma campanha, a candidatura pode sofrer sanções que vão de multa até a cassação.

Deixe seu comentário:

Next Post

Homem é preso e menor apreendida suspeitos de tráfico de drogas, em Capelinha

Foto: Ana Paula Tinoco   A Polícia Militar apreendeu uma grande quantidade de drogas, na tarde desta segunda-feira (31), em Capelinha. Um homem, de 22 anos, foi preso e uma menor, de 13, apreendida. Segundo informações do Tenente Louzada da Polícia Militar, os policiais receberam denúncias de que um homem […]