Volta às aulas presenciais não será mais facultativa a partir de 3 de novembro em Minas Gerais

Aranãs FM

O governo de Minas Gerais anunciou sexta-feira (22) que o retorno às aulas presenciais nas redes públicas e privadas do estado não serão mais facultativas a partir de 3 de novembro. A 6ª versão do Protocolo Sanitário de Retorno às Atividade Escolares Presenciais foi aprovada pelo Centro de Operações de Emergência de Saúde da Secretária de Estado de Saúde.

Outra medida que acaba com o novo protocolo é a exigência de distanciamento adicional de 0,90 metro entre os estudantes nos ambientes escolares. No entanto, pela nova versão, permanecem vigentes as demais recomendações sanitárias, como o uso de mascaras cobrindo boca e nariz por todos, lavagem de mãos, etiqueta respiratória e a limpeza e manutenção frequente das instalações.

Será necessário, também, que as instituições façam rastreamento de contato com pessoas infectadas por Covid-19 e combinar a medida com isolamento e quarentena.

Segundo o Secretário do Estado de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, este retorno só foi possível devido à redução dos casos de Covid-19 e o avanço da vacinação contra a doença no estado: “Diante da melhoria constante dos indicadores relacionados à pandemia, com redução da incidência e do número de casos novos, redução também da internação e da ocupação dos leitos, o grupo técnico resolveu discutir mais uma vez o protocolo sanitário de retorno às aulas”, afirma o secretário.

A flexibilização reforça a necessidade de intensificar o monitoramento de casos de covid-19 e seus contatos na comunidade escolar em conjunto com as secretarias municipais de Saúde e também a observância das práticas de segurança previstas no protocolo de retorno escolar, tendo em vista a manutenção da flexibilização das medidas.

Segundo o secretário, outro fator que permite a retomada segura das aulas presenciais a todos os estudantes é a grande adesão aos protocolos sanitários pelas escolas públicas e privadas. “Isso permitiu que o grupo técnico decidisse acabar com o distanciamento adicional entre as carteiras”, disse.

O retorno presencial das crianças e adolescentes tem exceção a estudantes com condição de saúde de maior fragilidade à covid-19, comprovada com prescrição médica para permanecer em atividades remotas.

A secretária municipal de educação de Capelinha, Ana Paula Araújo, disse que a aprovação do novo protocolo está recente e que a secretária de estado irá se pronunciar na segunda-feira (25). E que ela entrou em contato com as inspetoras de ensino, que são as representantes da superintendência, e que elas também aguardam mais informações.

Outro ponto levantado por Ana Paula é que não há muitas informações, já que o protocolo foi aprovado ontem à tarde e que aguarda este pronunciamento do estado para orientar os pais e responsáveis pelos estudantes.

 

Por Ana Paula Tinoco

Deixe seu comentário:

Next Post

Secretaria de Transportes e Trânsito de Capelinha anuncia mudanças no trânsito do município

A Secretaria de Transportes e Trânsito e da Comissão de Trânsito de Capelinha informaram mudanças no transito do município. As mudanças foram feitas na rua Capitão Domingos Pimenta, no trecho entre o banco Sicoob e a Igreja Assembleia de Deus e no beco entre a Igreja Matriz e a escola […]