Digital influencer é preso em Capelinha por direção perigosa

Aranãs FM

Um digital influencer foi preso por direção perigosa na noite dessa quinta-feira (25), em Capelinha. O suspeito, conhecido com Nenem da Gata Preta, que não possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH), foi preso após cerco da Polícia Militar.

Segundo informações do Tenente Rone da PM, durante patrulhamento no bairro das Acácias, o suspeito ao avistar a viatura mostrou nervosismo e fugiu do local. Antes de iniciar a fuga, ele chegou a subir em um canteiro.

O jovem percorreu por várias ruas do bairro em alta velocidade, até mesmo pela contramão, e desligou os faróis para dificultar a identificação pelos militares. Em determinado momento da perseguição policial, ele saiu do bairro e seguiu sentido Água Boa, momento em que a polícia montou um cerco e conseguiu alcançar o suspeito.

Ainda segundo o Tenente Rone, durante a abordagem policial, ele admitiu à polícia que não possui CNH e afirmou que esse teria sido o motivo da fuga. Ele foi preso em flagrante e pode vir a responder por direção perigosa. Além da prisão, o carro foi apreendido e encaminhado para um pátio autorizado do Detran.

*Edição para correção de informações às 13h28.

Pena e multa:

direção perigosa é crime e pode ter como consequência levar o réu à reclusão de seis meses a três anos. Caso ocorra alguma morte relacionada à direção perigosa, a pena pode chegar a 10 anos de prisão.

A multa para direção perigosa é uma das mais caras previstas no Código Brasileiro de Trânsito (CTB) e em grande parte das vezes, o condutor é autuado e deve pagar multa no valor de R$2.934,70. Durante o período de um ano, em casos de reincidência, a multa tem o seu valor multiplicado em 2 vezes, sendo o motorista obrigado a pagar R$5.869,40.

A direção perigosa é uma infração gravíssima, e soma punição de 7 pontos na carteira, além da suspensão da CNH, acarretando a apreensão do veículo.

 

Por Ana Paula Tinoco

Deixe seu comentário:

Next Post

Ministério da Saúde recomenda dose de reforço da Janssen

O Ministério da Saúde divulgou uma nota técnica na noite dessa quinta-feira (25)  em que orienta que os 4 milhões de brasileiros que se vacinaram com o imunizante da Janssen tomem uma dose de reforço entre dois e seis meses após a primeira aplicação. A recomendação do ministério é que […]