Terceira dose: Saiba quem precisa tomar o reforço da vacina contra a Covid

Aranãs FM

O Ministério da Saúde iniciou nesta quarta-feira (15) o calendário da terceira dose da vacina contra a Covid-19. Segundo a pasta, a terceira dose deve ser aplicada em idosos com mais de 70 anos que completaram o esquema vacinal há mais de seis meses e pessoas com baixa imunidade (chamados imunossuprimidos) que tomaram a segunda dose há pelo menos 21 dias.

Ao anunciar a terceira dose, a pasta afirmou que o reforço deveria ser feito preferencialmente com a Pfizer. Mas, também, poderão ser utilizadas a vacina na AstraZeneca e Janssen caso a primeira esteja em falta. Algumas capitais já anteciparam essa aplicação, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Recife, Salvador, Aracaju, São Luís, Goiânia, Vitória, Campo Grande, Rio Branco, Boa Vista e Palmas.

O ministério ainda não divulgou lista das pessoas com baixa imunidade. Porém, a pasta deve seguir a lista da primeira etapa da vacinação:

 

  • Pessoas transplantadas de órgão sólido ou de medula óssea
  • Pessoas com HIV e CD4 <350 células/mm3;
  • Pessoas com doenças reumáticas imunomediadas sistêmicas em atividade e em uso de dose de prednisona ou equivalente > 10 mg/dia ou recebendo pulsoterapia com corticoide e/ou ciclofosfamida;
  • Pessoas em uso de imunossupressores ou com imunodeficiências primárias;
  • Pessoas com neoplasias hematológicas;
  • Pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos seis meses e que estiverem com a doença controlada ou em remissão.

 

No entanto, a pasta aconselha que as pessoas com baixa imunidade devem levar em consideração algumas coisas como faixa etária, a doença base, os graus de atividade e imunossupressão, além das comorbidades, e que seja feita sob orientação médica de um especialista.

A data foi escolhida a partir da expectativa de que todos os adultos com mais de 18 anos teriam recebido ao menos uma dose de um imunizante contra a doença. No entanto, na terça-feira (14), ainda faltavam 19,4 milhões de pessoas vacinadas para concluir essa meta, segundo dados do LocalizaSUS, plataforma do Ministério da Saúde.

 

Deixe seu comentário:

Next Post

Remanejamento de doses vai ampliar cobertura vacinal em Minas Gerais

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) informou, nessa terça-feira (14/9), que vai remanejar doses de CoronaVac em cerca de 400 municípios que já completaram a vacinação de adultos com a primeira dose contra covid-19. O objetivo, segundo o secretário de Estado de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, é equalizar a […]