Água mais cara em Capelinha? Entenda!

Aranãs FM

Os moradores de Capelinha têm feito reclamações sobre o aumento da conta de água, no município. Segundo um morador, a taxa de cobrança dele que era de R$ 8,12 passou a ser R$ 25,53, mais que o triplo do valor que era cobrado anteriormente.

Por meio de nota, o Procon se manifestou e informou que a Copasa está cobrando uma Tarifa Extraordinária que é autorizada por lei. O motivo alegado pela empresa é a existência de desequilíbrio econômico-financeiro e aumento de custos.

Esta nova tarifa de agua e esgoto entrou em vigor no dia 1º de agosto e a mudança cumpre determinação da Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário (Arsae – MG) que faz revisão tarifária a cada quarto anos. De acordo com a empresa, alguns consumidores vão ter aumento na conta, enquanto outros terão redução.

A Copasa oferece três modalidades de serviço: somente água; água e coleta de esgoto; água, coleta e tratamento de esgoto. O valor cobrado é de acordo com o serviço prestado e em Capelinha pagamos pelos serviços de abastecimento de água e coleta de esgoto e por isso, o valor sofreu aumento de 50,35%.

Simulação de reajuste nos valores para clientes residenciais

Tipo de serviço Tarifa anterior Tarifa com reajuste Variação
Água R$42,71 R$46,14 Aumento de 8,03%
Água + coleta de esgoto R$53,41 R$80,30 Aumento de 50,35%
Água, coleta e tratamento de esgoto R$85,42 R$80,30 Redução de 5,99%

Em nota, a Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário (Arsae-MG) diz que “a alteração da forma de cobrança pelos serviços de esgotamento sanitário da Copasa tem por objetivo a justiça tarifária”.

Segundo a Arsae-MG, o consumidor que tem tratamento de esgoto subsidia grande parte da conta de quem usa somente a coleta. Com a mudança proposta pela agência, a Copasa passa a ter apenas uma única tarifa para o serviço de esgoto, independentemente de qual deles é prestado.

Ainda segundo o Procon, um contato foi estabelecido com a Copasa e o órgão aguarda um posicionamento da empresa de saneamento. A reportagem da Rádio Aranãs entrou em Contato com a Copasa, mas até o fechamento desta matéria não obtivemos resposta. Aguardamos também o retorno do Procon para informar se há alguma novidade sobre o assunto.

 

Deixe seu comentário:

Next Post

Lei da inscrição automática em Tarifa Social de Energia é sancionada

O Diário Oficial da União (DOU) publicou hoje (13) a lei que prevê a inscrição automática de famílias de baixa renda como beneficiárias da Tarifa Social de Energia Elétrica, programa que visa aliviar a conta de luz dos mais pobres. A Lei 14.203/2021 foi sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro após ter sido aprovada em […]